25 de mar de 2009

MARC JACOBS ...

Eu estava apenas tentando fugir das matérias iguais em todos os cantos. Apareceu no fantástico domingo passado e me deu coceirinha para postar sobre ele. Mas eu tinha decidido que não o ia fazer. Já tem vários elogios no meu blog para o respeitado e Fabuloso Marc Jacobs, mas realmente não resisti! Eu estava lendo umas matérias de moda e li a entrevista que a expert Gloria Kalil fez com ele em sua visita ao Rio... resolvi mostrar para vocês alguns trechinhos!

Claro, ele é bonito demais e o namorado dele então...Affff. Meninas não desanimem, ele cria as bolsas e modelos mais incríveis que servem de tendência para o que amamos. A moda!!! O cara é bem educado e atento. Usa roupa preta, com uma camisa justa e a saia de pregas que já virou sua marca registrada. Sério me imagino nesse look e adoro!!! Ele faz algo que as pessoas esquecem de fazer e é tão simplinho: Ele cumprimenta as pessoas olhando nos olhos. Isso é tão fácil e tão complexo de se fazer!!! Quantas pessoas, chefes, amigos, subordinados tem feito isso com você nos últimos dias??? Momento reflexão... E vc faz isso??? aiaiaiai!!! O bonito presta atenção na conversa e responde com calma e foco ao que lhe é perguntado. Agora morri com a delicadeza do sujeito!

Há tempos que a trajetória brilhante deste criador intriga por uma característica que o difere dos outros: ele trabalha com uma etiqueta européia, a Louis Vuitton, e com duas americanas: a Marc Jacobs e a Marc. E faz sucesso com as três. O moço é bom e sabe o que faz!

Glorinha perguntou -"Marc, há uma atitude diferente em relação à moda entre estes dois públicos tão diferentes?". Ele pensa e diz, Gente ele pensa antes de responder, olhem que lindo! Marc responde -"Em relação ao consumidor, não. As pessoas que amam moda são iguais em todas as partes do mundo.(amei essa observação, a moda aproxima as pessoas que amam moda) Elas se encantam do mesmo jeito com tudo que é bonito, novo, diferente. E compram porque não podem viver sem aquela roupa ou aquele acessório que vai expressar sua personalidade e sua visão estética da vida". Sério, disse tudo né? Mas, segundo ele, há uma grande diferença na maneira como essa moda é feita nos dois continentes. "Na Europa, especialmente na França, há aquela 'coisa' com a moda, e eles têm com ela uma relação muito especial."

Ele explica que, quando foi chamado para o trabalho com a Vuitton, teve a oportunidade de entrar em contato com a melhor mão-de-obra de moda do mundo; gente que tem orgulho de seu ofício, que chega para mostrar o que produziu com a consciência de ter feito o melhor trabalho possível. Gente que tem respeito pelo que faz, e que sabe da qualidade e da perfeição do bordado ou do acabamento de uma roupa que estão apresentando. Talvez, diz ele, eles não sejam tão rápidos e produtivos como os operários americanos, pois não estão lá por dinheiro, estão lá por brio e por amor. Marc conta que estes artesãos assistem aos desfiles e vêm abraçá-lo no final com lágrimas nos olhos o que o deixa igualmente emocionado e feliz. Adorei a observaçao de Gloria, ao referir-se às pessoas que amam o que fazem acima de tudo...

Quem ama o que faz, faz com propriedade e qualidade! Parabéns Galã...


2 comentários:

Anônimo disse...

gordita meu amor,
ameeei teu blog
as infos são ótimas!
aliás, com teu charme e tuas antenas, não tinha como ser diferente, né?
saudades e nos vemos na sexta, não tão básicas, mas chiquééééérrimas!!
bjssss
ana

Cristiana Nahas disse...

Amei seu comentário amiga. Saudades das nossas anteninhas! bjosss

Postar um comentário

Adoro comentários! Deixe o seu aqui.